Sociedade de Cerâmica Antiga de Coimbra

Co-autoria: Luisa Bebiano
Ano: 2012
Local: Coimbra,  Portugal
Fotografia: Inês d’Orey

O edifício da Cerâmica Antiga de Coimbra localiza-se no Largo do Quintal do Prior(Terreiro da Erva), na Baixa da cidade de Coimbra, em zona tampão da área“Universidade de Coimbra — Alta e Sofia”, conjunto histórico-cultural, classificadocomo Património Mundial da UNESCO, desde 2013.

A Cerâmica Antiga de Coimbra é uma fábrica artesanal, considerada a última olaria tradicional de faiança em funcionamento em Portugal.

Recentemente, converteu-se em espaço museológico de arqueologia industrial e de restauração, mantendo a sua vertente laboral original: o fabrico artesanal de faiança. Esta recuperação do imóvel material, e de todo o seu acervo, só foi possível com candidaturas (aprovadas) a fundos europeus e com o trabalho de uma vasta equipa de técnicos especializados nas mais diversas áreas do restauro, museologia, arqueologia, cerâmica, arquitetura, design e engenharia.

Esta obra passou por várias fases de construção, restauro e sinalética e mobiliário, tendo sido inaugurada, informalmente, em Março de 2018.

Este projeto pretende valorizar uma das seculares artes da cidade de Coimbra, inserida num espaço recuperado com as melhores técnicas de restauro, mantendo sempre um diálogo em aberto nos processos de projeto e fabrico artesanal com uma linguagem contemporânea de intervenção.

O interesse patrimonial e turístico desta fábrica foi potenciado, dotando-a de condições museológicas que permitem expor o seu vasto legado, observar a laboração oficinal e planificar a criação de um programa cultural.

A proposta arquitetónica criou um percurso museológico em que o trabalho dos artesãos, as tecnologias e as atuações sobre os materiais, assim como os locais específicos a cada momento do processo de produção, são expostos in-situ, constituindo os elementos centrais na ordenação do trajeto de visita. A oficina e olaria têm por objetivo mostrar os processos e as tecnologias de criação das peças de faiança e permitem uma inter-relação com os artesãos. O posto de exposição e venda permite o acesso à mais diversa informação sobre a origem, as várias fases e evoluções da faiança de Coimbra. A cafetaria de apoio permite a fruição do movimento e dinâmica de funcionamento que dá a ideia de estarmos por dentro de uma grande oficina de cerâmica.